Nosferatu: a imagem de uma Era

Em 1922, o cineasta alemão Friedrich Murnau adapta a obra de Bram Stoker – por motivos de direitos autorais – e a lança com o nome de Nosferatu, retomando a imagem do antigo vampiro horripilante e medonho anterior a literatura, para causar um impacto diferenciado.

Lembremos que os recursos da época, tais como película, cores (no caso, preto-e-branco), cenário, e dinâmica de produção influenciavam diretamente a construção da trama, criando os efeitos de impacto psicológicos necessários à caracterização de um filme do gênero Terror que é como geralmente são classificados os filmes sobre vampiros.

A screenshot of the 1922 film, Nosferatu.

Imagem do filme Nosferatu (1922)

Continue reading